45% dos Brasileiros não Sabem que Pagam Impostos ao Fazer Compras

84406 3 - Contabilidade em Brasília | Vértice Contadores e Associados S/S Ltda.

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Quase 45% dos brasileiros conscientes que pagar algum tipo de imposto no Brasil não estão cientes, no entanto, que os tributos estão embutidos no preço dos produtos e serviços que consomem, revelou uma pesquisa realizada pela Fecomercio-RJ / Ipsos, lançado exclusivamente para o iG.

A pesquisa também apontou que o brasileiro percebe muito mais incidência de tributos municipais (69 por cento), tais como IPTU e taxas de lixo e iluminação, que os impostos indiretos, diluídas em mercadorias.

“A maioria da população sabe a incidência de impostos pagos diretamente, enquanto a maioria esquecer diluído em impostos sobre o consumo do dia a dia, como a passagem de ônibus, comprando no supermercado ou um jantar no restaurante”, comenta Christian Travassos, economista da Fecomercio -RJ.

Entre aqueles que sabem sobre a incidência, a esmagadora maioria acha que paga mais impostos pelo consumo de itens que, de fato, não são tributados. Alimentos, conta luz e vestuário foram citados por 9 a cada 10 pessoas, quando perguntado sobre o que os impostos pesam mais no bolso.

A carga tributária de categorias mais lembradas não está entre os campeões de impostos, quando comparado a outros produtos e serviços. Como esses itens são considerados essenciais para praticamente toda a população, a percepção do imposto acaba sendo maior, conclui Travassos.

A linha porcentagem em alimentos processados, por exemplo, varia de 16% a 40%, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). O valor dos impostos sobre a conta de energia elétrica chega a 48%, e os artigos de vestuário têm incidência entre 31% a 58%.

O consumo de mais essencial, menos tributado será o produto ou atividade, explica o Presidente Executivo do IBPT, João Eloi Olenike. “E quanto mais supérfluo e desnecessário o item, mais impostos incidirão sobre ele.”

O alimento mais importante para o consumo, por exemplo, tendem a ser mais desonerados. Um saco de arroz a um preço de 5 dólares será 0,85 dólares americanos para os cofres públicos (17 por cento). Um frasco de mostarda, mais dispensável no prato brasileiro, tem incidência de 40% sobre o preço pago pelo consumidor.

Produtos supérfluos oneram mais os consumidores

As bebidas alcoólicas, cigarros e produtos eletrônicos são os mais caros por seu caráter supérfluo. Uma garrafa de vodka vendidos a R$ 20 no Brasil pode custar R$ 4, que não era para o 81% de impostos cobrados sobre o produto. Um maço de cigarros para US $ 8 tem R $ 6,4 pago em impostos.

Dispositivos de jogos de vídeo também vem na categoria de itens considerados mais dispensável, com carga tributária de 72% – o que explica, em parte, o preço do PlayStation 4, lançado no Brasil no ano passado por nada menos do que R$ 4.000.

Televisores custar 45% a mais do que o custo, não foram impostos, enquanto uma unidade flash R$ 15 tem 43% de seu preço mais impostos. A ração do seu cachorro não fica de fora: alimentação dos animais de estimação é onerada em 41%.

Para Olenike, o IBPT, os critérios que determinam quais produtos e serviços são essenciais estão desatualizados e precisam de uma revisão. “O micro-ondas, por exemplo, ainda é muito tributado por ser considerado supérfluo, mas tornou-se um item indispensável na casa do brasileiro”, diz ele. O computador é outro exemplo: é considerado supérfluo, apesar de ser uma ferramenta não só para o lazer, mas para o trabalho.

Conscientização sobre impostos melhora em sete anos

A pesquisa da Fecomercio-RJ também apontou que o número de brasileiros que estão cientes de que pagam impostos tem aumentado consideravelmente nos últimos anos. Em 2014, 74% afirmaram conhecer que pagar essas obrigações.

Desde 2007, quando o estudo foi iniciado, o avanço foi de 29 pontos percentuais (45 por cento). “Esse aumento muito expressivo pode ser explicado pela maior formalização do mercado de trabalho, o aumento do consumo e a melhoria da renda”, analisa Travassos.

A consciência dos impostos indiretos também evoluiu, passando de 28% para 55% nos últimos sete anos, de acordo com o estudo. A exigência para os inquilinos incluem o quanto de imposto é pago na fatura pode ter contribuído para a melhoria em cinco pontos percentuais a partir de 2012.

Desde junho do ano passado, a Lei 12.741 / 2012 obriga as empresas a exibir a soma de até sete impostos federais e estaduais sobre o Bill. A lei, assinado no ano passado pela presidente Dilma Rousseff, siga exemplos já empregados em outros países, como Estados Unidos e União Européia.

O que fazer com R$ 1 trilhão que o brasileiro paga em impostos:

Com R$ 1 trilhão, é possível plantar 250 bilhões de árvores.

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Vértice Contadores.

Temos o preparo necessário para te ajudar – tanto a se manter em conformidade legal, quanto a melhorar seus resultados a partir das nossas soluções relacionadas a tais aspectos:

  • Contabilidade Geral;
  • BPO Financeiro;
  • Contabilidade Consultiva;
  • Legalização e Processos.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website, caso você prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito de sua tela.

Será um prazer conversar com você. Até logo!

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Você está a um passo de revolucionar a gestão da sua empresa

Com o nosso apoio, administrar o seu negócio será muito mais fácil: todas as soluções que seu empreendimento precisa em um só lugar.

Recomendado só para você
É inegável que o empreendedorismo no Brasil tem evoluído nos…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat