Como Funciona a Aplicação do Aviso Prévio de até 90 Dias

20678 - Contabilidade em Brasília | Vértice Contadores e Associados S/S Ltda.

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

O MTE, por meio da Nota Técnica CGRT/SRT/MTE 184/12, manifestou-se acerca da aplicação da Lei 12.506/11, que trata do aviso prévio proporcional. Com ela, fica alterado o posicionamento anterior, apresentado pelo Memorando Circular 10/11, com relação à contagem dos prazos.

A seguir destacamos os principais entendimentos do MTE sobre a nova lei do aviso prévio.

Aplicação somente em favor do empregado

Com base no art. 7º, XXI, da Constituição Federal, e no art. 1º da citada lei, o MTE entende que se aplica a proporcionalidade exclusivamente em favor do empregado. Assim, somente quando o aviso prévio partir do empregador será observado o acréscimo dos três dias por ano de serviço. Assim, quando o empregado der o aviso prévio fica mantido o prazo de 30 dias.

Contagem – Nova interpretação

O aviso prévio terá uma variação de 30 a 90 dias. Todos terão 30 dias no 1º ano de trabalho, somando-se a cada ano completo do contrato 3 dias, com projeção do aviso prévio para todos os fins.

Neste ponto, foi alterada a interpretação dada pelo Memorando Circular nº 10/11, no qual se considerava que seriam necessários 2 anos completos de contrato para acrescentar 3 dias ao aviso prévio.

Aviso prévio proporcional inferior a 3 dias

Não é possível. A lei não possibilita tal interpretação para, por exemplo, a cada 4 meses de trabalho acrescer 1 dia ao aviso prévio.

Aplicação retroativa – Impossibilidade

Devido ao instituto do ato jurídico perfeito, válido é o aviso prévio concedido na forma da lei em vigor à época de sua concessão, portanto, a nova lei (novos prazos) não atingem aos avisos prévios passados ou em curso no momento da entrada em vigor da nova Lei, embora exista entendimento administrativo contrário dentro do próprio MTE, como ressaltado na Nota Técnica sob comento.

Redução de jornada – Art. 488 CLT

A Lei 12.506/11 em nada alterou a aplicabilidade da regra do art. 488 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), pois nenhum critério de proporcionalidade do citado dispositivo foi expressamente regulado pelo legislador.

Portanto fica mantida a redução de 2 horas ou sete dias na dispensa sem justa causa, conforme o caso, independente do prazo do aviso prévio.

Data base – Indenização

O aviso prévio proporcional deverá ser observado em sua integralidade para verificação da hipótese, ou seja, recaindo o término do aviso prévio no período de 30 dias que anteceder a data base, faz jus o empregado despedido à indenização prevista na Lei 7.238/84.

Nota Vértice: Recomendamos aos empregadores que observem se existem regras sobre o aviso prévio em Convenção Coletiva ou Acordo Coletivo de Trabalho, pois existindo e sendo mais favoráveis ao empregado deverão ser aplicadas.

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Vértice Contadores.

Temos o preparo necessário para te ajudar – tanto a se manter em conformidade legal, quanto a melhorar seus resultados a partir das nossas soluções relacionadas a tais aspectos:

  • Contabilidade Geral;
  • BPO Financeiro;
  • Contabilidade Consultiva;
  • Legalização e Processos.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website, caso você prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito de sua tela.

Será um prazer conversar com você. Até logo!

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Você está a um passo de revolucionar a gestão da sua empresa

Com o nosso apoio, administrar o seu negócio será muito mais fácil: todas as soluções que seu empreendimento precisa em um só lugar.

Recomendado só para você
As EPP ou ME optantes do Simples Nacional são isentas…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat